domingo, 24 de maio de 2009

O QUE TEM EMBRIAGADO OS ROMANTICOS


A literatura de Stephenie Meyer embriaga os românticos. Até mesmo os leitores mais durões, que ficam fascinados pelos próximos capítulos. Escrever sobre um amor perfeito e abandonar o tradicional cheio de falhas parecem ser a fórmula ideal para conquistar todas as idades. Adolescentes, jovens e adultos embarcam na suas histórias que refletem na maior vendagem de livros da atualidade e em uma das grandes bilheterias do cinema.
Na realidade, não existem romances perfeitos. Para permanecerem em meio às decepções ou frustrações que surgem no decorrer do tempo, precisam sair um pouco do que é verdadeiro e entrar numa profunda fantasia. Meyer conseguiu descrever bem essa fantasia.
Contou com elementos irresistíveis, que misturam o perigo sobrenatural e o suspense, o amor puro e as incertezas da juventude – quem nunca as teve – a atração e a ansiedade, tudo isso em meio a cada capítulo.
Crepúsculo, o primeiro livro da quadrilogia de Meyer, até o momento, porque ainda não sabemos onde vai chegar, nasceu dos sonhos da escritora. Lembra um pouco Romeu e Julieta, mas não chega nem perto quando se trata de um imortal (vampiro) e uma adolescente de 17 anos. O livro é narrado na primeira pessoa pela personagem Isabella Swan, Bella, como prefere ser chamada, que guia seus leitores para dentro dos seus pensamentos, mostrando-se ser bem madura para sua idade e com uma visão bastante crítica e perceptiva de tudo e todos que a cercam. Mas esse seu lado crítico é bem equilibrado, o que deixa todos os românticos bem seduzidos pelas suas palavras.
O que podemos destacar ser a causa de todo o frisson de Crepúsculo é o foco do amor (e da vida) de Bella: Edward Cullen. Um vampiro, que com toda certeza é a idealização de um homem perfeito - tirando sua imortalidade - certinho, inteligente, cavalheiro e por aí vão todos os suspiros possíveis. O livro é apaixonante sim, deixa de explorar alguns fatos, mas é uma leitura extremamente excepcional! Toda cabeceira de cama deveria ter um! E no mais, não tem idade definida para ler! Basta ter um pouco do romantismo!!!
O filme, baseado no livro, é um dos líderes de indicações no MTV Movie Awards 2009, e vai disputar com o ganhador do Oscar “Quem quer ser um milionário?”.
As principais premiações do evento, incluindo a de melhor filme – cada um dos longas tem 6 indicações cada. A concorrência é boa, mas o queridinho do momento é o nosso vampiro e a mocinha! Toda as apostas vão... Deixa o suspense!

Um comentário:

Stéphani disse...

Não é atoa que foi um dos grandes premiados no MTV movie Alwards.
Assim como no livro, o filme mostrou sua doçura, e sinceridade. Falhou em algumas partes, mas o livro compensa qualquer mínimo e grande erro.
É deslubrante. Cada livro é mais lindo que o outro (ou todos são e é difícil definir as prioridades?) Bom. Sei que sou uma apaixonada, e que me faltará um pouco de amor quando terminar o ultimo Livro. A saga de Twilight foi um sucesso que muitos não esperavam, mas que hoje, já não se fala de amor , companherismo e proteção, sem lembrar de Bella e seu Edward.